A Vaca Roxa, de Seth Godin – resenha do livro

Sigo Seth Godin há anos. Ele mantém um blog no typepad que é religiosamente alimentado (quase) todos os dias com um post curto, mas bastante significativo, sobre marketing. Ele também foi fundador do squidoo, um site que se tornou um dos maiores repositórios de conteúdo na web, recentemente adquirido pelo Hubpages.

Godin prega sempre que é necessário fazer um trabalho que seja importante. Não se deve focar nas tarefas em si, mas no impacto que estas causarão no mundo à sua volta. E o livro “A Vaca Roxa” segue este roteiro.

No livro, Seth Godin demonstra, com dados, como o marketing tradicional, baseado em anúncios de TV e jornal, já não gera mais os mesmos resultados que existiam antes. Ele cita o exemplo da Tombstone Pizza, uma marca comprada pela Kraft e que, então, recebeu enormes investimentos em publicidade, acabando nas geladeiras de todas as casas americanas, como um caso que não funciona mais.

Nos dias de hoje, os consumidores já não prestam mais tanta atenção em propaganda. Eles estão acostumados com uma mídia mais direcionada, de acordo com suas preferências. É necessário atrair a atenção deles, fazê-los falar sobre o seu produto. É necessário ser uma vaca roxa. Você já viu uma? Se visse, provavelmente falaria para alguém, correto? É disso que ele trata.

Leia também:  O que é o webdesign responsivo?

Para ser uma “vaca roxa”, é necessário que seu produto seja diferente. Ele precisa ter um foco distinto daquele oferecido por outras empresas do mercado. Note que diferente não envolve qualidade. Existem dezenas de milhares de produtos e serviços muito bons no mercado. Também existem dezenas de milhares de produtos baratos. O que é necessário é ter um diferencial que faça com que as pessoas conversem sobre seus produtos.

Para conseguir isso, o livro dá dez passos práticos que podem ser adotados. São dignos de nota:

  • Você deve atingir influenciadores, pessoas que falarão sobre seu produto para outrem. Sua mensagem deve ser diferente, boa o suficiente para que estes tenham vontade de espalhar a notícia sobre o que você faz.
  • Você deve ter uma lista de e-mails das pessoas interessadas em seu produto ou serviço. Se eles se deram ao trabalho de preencher um formulário em seu site é porque se interessaram. Ofereça algo interessante para elas, que as ajude em suas tarefas.
  • Pense pequeno: não pense no mercado de massa. Não pense naquele anúncio de TV que vai para milhões de pessoas, mas que na verdade só tem apelo para algumas centenas. Pense nestas centenas de pessoas, produza algo para elas, faça com que se engajem e se interessem pelo seu produto.
Leia também:  Por que o seu site precisa gerar conteúdo original relevante?

Estas três dicas vão exatamente ao encontro com o trabalho que a Conteúdo sob Demanda realiza. Nós não produzimos apenas o site. Isso todos fazem. O site é a casca, um repositório para seu produto e serviço, um lugar onde deve estar a informação que você precisa passar para seu cliente.

Nós fazemos um site de uma maneira que facilita a captação de seus leads. Nós construímos conteúdo que apela, cada peça, para um público específico, aumentando muito o engajamento. E nós temos parcerias com empresas que colocarão seu produto ou serviço na frente de influenciadores, para atrair a atenção daqueles que falarão de sua empresa.

Entre em contato conosco.

Quer melhorar os seus resultados digitais? Peça um orçamento gratuito!

NOME*

E-MAIL*

TELEFONE

MENSAGEM

Please leave this field empty.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa esatr Logado para postar um comentário.