Como contratar uma agência de marketing digital

Pode parecer simples, mas a contratação de uma agência de marketing digital envolve alguns cuidados e preparos por parte do cliente, para que os resultados possam ser atingidos com êxito.

Dependendo do porte e da complexidade da operação, contratar uma agência digital é como adotar um software de gestão na empresa. É necessário treinamento e adaptação por parte do cliente.

Aqui vão os passos para você não errar na contratação:

Passo 1: Diagnóstico de marketing digital

Antes de começar, é preciso ter em mente quais são os objetivos. Parte-se de um diagnóstico de marketing digital, em primeiro lugar, para identificar em que situação está a presença digital da empresa. Isso inclui um trabalho completo, com mapeamento de presença nos buscadores, incluindo links para o site da empresa, presença em redes sociais, até o CMS utilizado na empresa e suas limitações orçamentárias ou técnicas.

As melhores agências, como a Conteúdo sob Demanda, fazem tal diagnóstico gratuitamente para sua empresa.

Passo 2: Definição dos objetivos

Conhecidos os pontos fortes e fracos, deve-se definir quais são os objetivos do marketing digital. Aumentar leads? Vender por e-commerce? Fazer pura e simplesmente marketing institucional? Engajar clientes já existentes?

As técnicas e abordagens variam de acordo com as metas. E é importante ter em mente que, especialmente se sua empresa não tem uma presença digital muito forte, o resultado possível só aparecerá após o início das campanhas.

Leia também:  Por que investir em marketing de conteúdo e mídias sociais?

Resultados em meios digitais podem ser surpreendentes, mas também podem frustrar pelo tempo que leva até produzir retorno. Por isso, é importante ser conservador, mas não muito. Certos investimentos requerem um valor mínimo para dar resultados sólidos. A diferença de conversão (não apenas de tráfego) entre um anúncio que aparece em primeiro lugar e outro que aparece no rodapé da página pode ser exponencial.

Passo 3: Escolha da agência

Definido o diagnóstico de marketing digital e elencadas as metas, é hora de partir para a escolha da agência.

Neste caso, valem os resultados que já apresentaram. Eles têm cases? Há alguma empresa com grande presença na internet por trás? Há menções na imprensa sobre o trabalho desenvolvido? A agência trabalha em que área? Redes sociais, buscadores, links patrocinados?

Existem agências com as mais variadas especialidades. Algumas focam somente em AdWords. Outras trabalham principalmente com redes sociais. Outras ainda focam no conteúdo e há aquelas que fazem um trabalho mais abrangente.

Em geral, uma agência que tenha uma abordagem mais holística costuma proporcionar melhores resultados. Se a empresa tem profissionais com os mais variados perfis, com gente capaz de gerenciar bem redes sociais, profissionais de SEO e especialistas em links patrocinados e conteúdo, por exemplo, há maior possibilidade de que o marketing digital seja feito de maneira mais integrada e proporcione melhores resultados.

Leia também:  O que são personas?

Cabe lembrar que é importante fazer um trabalho completo, com profundidade em redes sociais e fortemente ancorado em SEO, com conteúdo, e SEM. Mesmo porque um canal reforça o outro. Querer construir um site focando apenas uma área, nos dias de hoje, é como querer construir uma casa sem telhado.

Além disso, contratar uma única agência que realize todo o trabalho não é apenas mais cômodo. Também ajuda a evitar situações de conflito onde uma equipe está sempre desconfiada de outra. Mesmo que seja um funcionário interno lidando com parte do trabalho de marketing digital, pode haver conflito com a agência. Prefira um único fornecedor.

Passo 4: Lidando com a agência

Quando se contrata uma agência, deve-se ter em mente que se está contratando especialistas. Do mesmo modo como você não questionaria um médico sobre a necessidade de uso de anestesia em uma cirurgia ou que marca de luva será usada na mesma, não é produtivo interferir na maneira como a agência trabalha.

Em resumo: as decisões sobre orçamento e adequação de metas são suas, mas a agência deve determinar como trabalhar.

Assim, se a agência recomenda um trabalho de divulgação por assessoria de imprensa, marketing de artigo visando determinadas publicações, mudanças no visual do site para aumentar a taxa de conversão ou mesmo qual a empresa de hospedagem ideal para o site de sua empresa, não é produtivo contrariá-la. Dependendo da interferência, a agência será incapaz de gerar resultados.

Leia também:  Ciclo de vida do produto (ADL)

E, novamente, cuidado com situações onde há dois ou mais fornecedores. Saiba dividir as responsabilidades de cada um e reconhecer aquilo que é preciso para que o trabalho funcione. Concorrência é saudável, mas situações de conflito entre equipes que devem trabalhar juntas só levam a perda de tempo, dinheiro e resultados ruins.

Por fim, reconheça a experiência. Um funcionário interno que acabou de fazer um curso de marketing digital dificilmente terá a mesma bagagem de alguém com anos de experiência na área.

Sucesso!

Quer melhorar os seus resultados digitais? Peça um orçamento gratuito!

NOME*

E-MAIL*

TELEFONE

MENSAGEM

Please leave this field empty.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa esatr Logado para postar um comentário.