Conteúdo para smartphones

A maneira como as pessoas encontram informação na web está mudando. Hoje já vivemos uma realidade em que quase metade das buscas vem de dispositivos móveis. Dados do próprio Google confirmam isso, ressaltando que cerca de dez países já têm mais buscas vindas de smartphones e tablets, incluindo EUA e Japão.

E note que estamos falando somente de buscas. Não estão aí inclusos aqueles conteúdos compartilhados pelo Facebook, Whatsapp ou provenientes de aplicativos que se integram ao website para disponibilizar o conteúdo nessas plataformas móveis.

Com o maior acesso por internet móvel, a publicidade migra para esse ambiente. Estudo da eMarketer revela que, já neste ano, o gasto com publicidade em plataformas móveis praticamente empatará com o gasto em desktop, algo perto de US$ 30 bilhões em cada mercado. E a disparidade tende a aumentar até 2019, quando, dum total de quase US$ 100 bilhões, 2/3 deste montante serão gastos em plataformas móveis.

Ou seja, hoje em dia, o conteúdo tem de ser pensado para móvel, para telas pequenas. Vídeos e imagens vão muito bem para fins de entretenimento, mas é de se notar a quantidade de visualizações que bons artigos em modo texto alcançam nessas plataformas para assuntos mais formais. Neste sentido, o conteúdo em formato de texto precisa servir a todos os propósitos: deve ser longo o suficiente para aparecer bem no Google e curto o suficiente para uma leitura confortável em um celular.

Leia também:  O que é publicidade nativa?

No ambiente móvel as plataformas de publicidade também mudam, assim como a maneira de promover o conteúdo. O Adwords continua sendo rei (inclusive para anúncio de aplicativos para smartphones Android, tema que abordaremos em outro artigo). Na verdade, o Adwords é até mais proeminente em celulares, já que, devido ao pequeno tamanho da tela, a tendência é que os anúncios apareçam com maior destaque que o conteúdo não-pago (orgânico). Mas o crescimento rápido do Facebook, de 49% no último trimestre de 2014 quando comparado ao mesmo período de 2013, é muito forte. Parte deste crescimento se deve ao fato de que o Facebook tem sido mais rigoroso ao mostrar conteúdo mais promocional aos seus usuários, fazendo com que seja necessário promover postagens para que tenham maior número de visualizações. Portanto, é vital que, não só seu conteúdo contenha artigos interessantes sobre o mercado e que não falem diretamente de seu negócio, mas também que pelo menos parte dele seja promovido nas duas plataformas.

Parece difícil? Pois não é. Afinal, você pode contar com a Conteúdo sob Demanda, um produto da Blogolandia Ltda., empresa há oito anos no mercado web brasileiro, dona de portais de notícias e de conteúdo diverso e cujo negócio principal é marketing de conteúdo. Nós sabemos produzir conteúdo que valorizará sua marca, aumentará suas vendas e que, além disso, pode ser promovido de uma forma com ótimo custo/benefício por uma equipe especializada e experiente. Entre em contato conosco agora mesmo.

Leia também:  Marketing de conteúdo no Facebook

Quer melhorar os seus resultados digitais? Peça um orçamento gratuito!

NOME*

E-MAIL*

TELEFONE

MENSAGEM

Please leave this field empty.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa esatr Logado para postar um comentário.