Tendências de SEO para 2016

Com foco nos usuários e também na concorrência, as práticas de SEO vêm sofrendo constantes mudanças. É necessário ficar atento para garantir uma posição nas primeiras páginas de busca dos motores mais utilizados.

  • Google em meio ao contexto – Por mais de 15 anos, o gigante da internet dominou sem piedade os campos de pesquisas on-line. Recentemente, o cenário vem passando por pequenas alterações. Embora a mudança seja tímida, a parcela de usuários que estão utilizando sites concorrentes como Bing, Yahoo e outras plataformas como Siri e Cortana aumentou e isso significa que futuramente as práticas de otimização para sites de busca podem não ser concentradas apenas no Google.
  • Mudanças no conteúdo online – O conteúdo escrito é um dos fatores mais importantes nas estratégias de otimização de páginas e sites. Apesar de reconhecermos que ele continuará tendo bastante peso nos critérios do Google, vale ressaltar que ele perderá um pouco de espaço para páginas que sejam capazes de oferecer o texto aliado a imagens, vídeos e conteúdos de mídia relevantes ao assunto.
  • Marketing de Conteúdo – Tendência forte,  através de blogs corporativos com atualizações periódicas e frases incluídas em conteúdos relevantes, o uso de palavras chaves soltas e muitas vezes descontextualizadas perderá de vez o papel. As páginas de conteúdo precisarão, cada vez mais, ser bem produzidas e engajar o público.
  • Desktop vai ficar no passado – O uso da internet através de dispositivos móveis já superou os desktops e computadores convencionais. Pensando no futuro e muito mais preocupados com design responsivo, a abertura correta em desktops tem grande probabilidade de ser ignorada como critério de rankeamento.
  • Renascimento do link building (ou link earning): apesar da expectativa de que links teriam cada vez menos relevância, tornou-se evidente, nos últimos anos, que ainda são o principal fator de rankeamento externo para sites. Cada vez mais, no entanto, importará quem faz o link e qual o contexto. Links ruins ou fora de contexto tendem a rebaixar os rankings de um site.
Leia também:  Uso de Google (e Bing) em smartphones

Apesar de muito prováveis, vale ressaltar que essas previsões não são exatas. Como a internet é um meio de mudanças e novidades, até o final de 2016, muita coisa ainda pode acontecer.

O que resta aos interessados  é continuar ligado e atento para não perder a oportunidade de conquistar novos clientes por utilizar técnicas obsoletas de SEO. É preciso manter a mente aberta e entender de uma vez por todas que a internet só é tão abrangente porque se renova todos os dias.

Quer melhorar os seus resultados digitais? Peça um orçamento gratuito!

NOME*

E-MAIL*

TELEFONE

MENSAGEM

Please leave this field empty.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você precisa esatr Logado para postar um comentário.